QUANDO FAZ MAL SER JUSTO
A EXPERIÊNCA DE SARAH EDWARDS

TEMPO DE FALAR E DE SE CALAR

Gostaria de apresentar princípios que regem o exercício da minha liberdade de expressão.

1. Não tenho a pretensão de me tornar “tudólogo”. Sou agnóstico com relação a bastante coisa na vida. Não me vejo com preparo intelectual para falar sobre muito do que esperam que fale.

2. Ter posição firmada sobre certos assuntos não me obriga a expressar meus pontos de vista em desconsideração às circunstâncias. É sabedoria ajustar conteúdo a tempo e modo.

3. Regular interiormente o que se há de falar ajuda-nos a edificar em vez de tão somente vencer uma discussão, a ser culturalmente sensíveis e alcançarmos a mente através do caminho do coração.

4. Aprendi com o jornalismo a duvidar do que é falado e buscar a fonte da informação antes de passar adiante o que me foi dito.

5. Procuro me preservar de falar sobre determinados assuntos a fim de não fechar corações e mentes para aquilo que tenho de declarar.

Comments

Feed You can follow this conversation by subscribing to the comment feed for this post.

Verify your Comment

Previewing your Comment

This is only a preview. Your comment has not yet been posted.

Working...
Your comment could not be posted. Error type:
Your comment has been posted. Post another comment

The letters and numbers you entered did not match the image. Please try again.

As a final step before posting your comment, enter the letters and numbers you see in the image below. This prevents automated programs from posting comments.

Having trouble reading this image? View an alternate.

Working...

Post a comment

Your Information

(Name is required. Email address will not be displayed with the comment.)